Cisne Branco


(Hino da Marinha de Guerra do Brasil)

 


Autoria: 

Música: Antonino M. do Espírito Santo (Exército Brasileiro)
Letra: Benedito X. de Macedo (Marinha do Brasil)



Qual cisne branco que em noite de lua
Vai deslizando no lago azul
O meu navio também flutua
Nos verdes mares de norte a sul


Linda galera que em noite apagada
Vai navegando no mar imenso
Nos traz saudades da terra amada
Da Pátria minha em que tanto penso 

Quanta alegria nos traz a volta
À nossa pátria do coração
Estava cumprida a nossa derrota
Temos cumprido nossa missão


Linda galera que em noite apagada
Vai navegando no mar imenso
Nos traz saudades da terra amada
Da Pátria minha em que tanto penso




Qual linda garça
Que aí vai cortando os ares
Vai navegando sob um belo céu de anil
Minha galera também vai cortando os mares
Os verdes mares, os mares verdes do Brasil 


Quanta alegria nos traz a volta
À nossa pátria do coração
Dada por finda a nossa derrota
Temos cumprido nossa missão


Linda galera que em noite apagada
Vai navegando no mar imenso
Nos traz saudades da terra amada
Da Pátria minha em que tanto penso.

 


Comemora-se o Dia do Marinheiro em 13 de Dezembro, data do nascimento do Almirante Tamandaré (Patrono da Marinha de Guerra do Brasil).

11 de Junho - Aniversário da Batalha Naval do Riachuelo - Data Magna da Marinha

voltar aos hinos