Canção do Exército



Letra: Ten Cel Alberto Augusto Martins
Música: T. de Magalhães



Nós somos da Pátria a guarda,
fiéis soldados,
por ela amados.
Nas cores de nossa farda
rebrilha a glória,
fulge a vitória.

Em nosso valor se encerra
toda a esperança
que um povo alcança.
Quando altiva for a Terra
rebrilha a glória,
fulge a vitória. 

A paz queremos com fervor,
a guerra só nos causa dor.
Porém, se a Pátria amada
for um dia ultrajada
lutaremos sem temor.

A paz queremos com fervor,
a guerra só nos causa dor.
Porém, se a Pátria amada
for um dia ultrajada
lutaremos sem temor.

Como é sublime
saber amar,
com a alma adorar
a terra onde se nasce!

Amor febril
pelo Brasil
no coração
nosso que passe.

E quando a nação querida,
frente ao inimigo,
correr perigo,
se dermos por ela a vida
Rebrilha a glória,
Fulge a vitória. 

Assim ao Brasil faremos
oferta igual
de amor filial.
E a ti, Pátria, salvaremos!
Rebrilha a glória,
Fulge a vitória.

A paz queremos com fervor,
a guerra só nos causa dor.
Porém, se a Pátria amada
for um dia ultrajada
lutaremos sem temor.

A paz queremos com fervor,
a guerra só nos causa dor.
Porém, se a Pátria amada
for um dia ultrajada
lutaremos sem temor.

 

 

Comemora-se o Dia do Soldado em 25 de Agosto, data do nascimento do Duque de Caxias (Patrono do Exército Brasileiro)

voltar aos hinos